segunda-feira, 5 de março de 2018

Diários de uma escritora: Dias improváveis.

Olá meus queridos!

No último post eu deixei em aberto se eu faria ou não uma série com esse título "diários de uma escritora", mas acontece que duas coisas maravilhosas ocorreram num espaço muito curto de tempo e eu queria compartilhar com vocês.

A primeira felicidade é que chegou pelo correio o documento que me dá os direitos autorais de uma coletânea que escrevi. O dia foi o mais improvável possível, mas lá estava a cartinha nas minhas mãos ao fim da tarde. É a primeira vez que algo muito bacana acontece depois de um dia cheio de desastres catastróficos (será isso uma hipérbole?).

Quer dizer, na última quinta meu sobrinho fez uma tremenda malcriação para o pai porque não queria tomar banho. Acontece que ele resolveu bater a porta de vidro do boxe e esta se transformou num mar de caquinho e cacões que precisaram de umas duas horas para serem juntados e descartados. 

O menino só teve alguns arranhões, mas o pai cortou três dedos e teve que ser levado às pressas para a emergência. É claro que foi o avô que o levou, porque eu desmaio vendo sangue, mas até eu me surpreendi com o sangue frio que tive (assim que vi a mão do meu irmão agarrei meu sobrinho porque saquei que eu seria mais útil acalmando-o e fugindo da hemorragia antes de desmaiar) porque todos estavam agindo por instinto e nem pensaram em parar de catar cacos e levar o acidentado na emergência (a parte cômica da tragédia).

Passei a tarde (depois de catar os cacos) ajudando minha mãe nas tarefas para que ela pudesse lavar o banheiro e tirar mais cacos (a cada minuto descobríamos mais pedacinhos de vidro em lugares improváveis) e lá pelas cinco quando a avó materna do meu sobrinho chegou a carta veio junto. Aliás além do dia ser improvável, a pessoa que trouxe era mais improvável ainda. Difícil de acreditar nessas improbabilidades, mas como Joseph Climber disse: "A vida é uma caixinha de surpresas", mas ainda bem que eu não virei um peso para papel (risos).

A segunda notícia é que poucos dias depois recebi a resposta de uma editora dizendo que se interessa em publicá-lo. Parece que 2018 vai ser um grande ano! Não sei ainda se o contrato é bacana, mas manterei vocês atualizados podem confiar;)

Agradeço a todos os amigos que torcem por mim. No próximo post falarei mais sobre o livro. Beijos!
Aleska Lemos.

Um comentário:

Publiquei um ebook na Amazon.

Oi pessoal da blogosfera! Ando um pouco relapsa com o blog né? Pois é, mas as notícias são boas: estou fazendo uma nova graduação (e es...